Notícias

O primeiro presidente da ABMI, o instigante Pena Schmidt

Para comemorar os 15 anos da Associação Brasileira da Música Independente, veja o perfil de Schmidt


Ele nasceu como Augusto José Botelho Schmidt, mas todos o conhecem como Pena Schmidt. Além de produtor musical, executivo e diretor de gravadoras, Pena também foi proprietário do selo independente Tinitus, diretor de palco e proprietário da empresa de produção musical StageBrainz, ex- superintendente do Auditório Ibirapuera e o primeiro presidente de Associação Brasileira da Música Independente (ABMI).

Após se formar como técnico em eletrônica, Pena se dedicou a trabalhar com música, recusando convites de empresas de tecnologia. Trabalhou primeiro na fábrica de instrumentos Giannini, depois no Estúdio Scatena e então foi convidado a trabalhar exclusivamente com o grupo Os Mutantes. Após se dedicar ao grupo, começou a ocupar-se com uma série de festivais brasileiros, como o Rock in Rio e o Free Jazz Festival.

Como produtor de discos, atuou na Continental Discos, Warner Music, Som Livre, e em sua própria gravadora, a Tinitus. Através de seu profissionalismo e olhar apurado, produziu artistas de longa carreira, como Titãs, Ultraje a Rigor, Ira!, e Os Mulheres Negras.

Na ABMI, Pena ocupou a presidência desde 2002, ano de sua criação, até 2010. Durante seus mandatos, manteve uma forte política voltada para o mercado externo, não apenas em busca de consumidores, mas também de parceiros.

A ABMI agradece a Pena Schmidt por seu excelente trabalho e dedicação, e deseja mais 15 anos de sucesso!